Qualidade dos óvulos e FIV: descubra tudo o que você precisa saber

Os óvulos são uma das células mais importantes do sistema reprodutor feminino. Eles começam a se formar dentro do ovário feminino durante o desenvolvimento fetal da mulher e se desenvolvem ao longo dos seus primeiros anos de vida.

Quando os óvulos estão prontos para serem liberados e fecundados a mulher entra em sua idade fértil, tem a sua primeira ovulação e sua primeira menstruação. Esse ciclo se repete a cada mês até que os óvulos se esgotem e a mulher entre na menopausa.

Essas células são essenciais para que a mulher consiga ter filhos, seja de maneira natural ou por meio de tratamentos de fertilidade como a FIV.

Continue a leitura do texto e entenda o papel do óvulo na Fertilização in Vitro, como a idade e outros fatores interferem na qualidade dessas células e como isso impacta nos resultados do procedimento.

Qual o papel do óvulo na FIV

Essa célula do corpo feminino é uma peça chave para a realização da FIV.

Durante o procedimento, o corpo da mulher é estimulado a produzir mais óvulos por meio da estimulação ovariana e em seguida acontece a punção folicular em que as células produzidas serão retiradas por meio de punção ovariana guiada por ultrassom endovaginal para a fecundação.

A fecundação na FIV

A fecundação é o momento crucial da FIV. Ela pode acontecer de duas maneiras: por meio da FIV convencional ou através da ICSI.

Na Fertilização in Vitro convencional, um óvulo é colocado na placa de cultivo rodeado por espermatozoides, enquanto que na ICSI um espermatozoide é inserido em um óvulo por meio de um processo de injeção.

Para que o procedimento de fecundação seja bem sucedido é importante que o casal produza óvulos e espermatozoides de qualidade. Entenda o que se sabe sobre qualidade do óvulo e como ela é influenciada.

O que significa qualidade do óvulo

A qualidade dos óvulos está relacionada às suas características morfológicas e saúde cromossômica. Ou seja, o óvulo perfeito é aquele que possui as formas e quantidade de cromossomas adequados para gerar um embrião saudável.

Características morfológicas

Os óvulos são células grandes e arredondadas, as maiores células do organismo. Eles são revestidos por uma membrana primária e membranas terciárias que o protegem contra choques e permitem a penetração de um único espermatozoide.

Se o óvulo possui alterações em seu formato ou em suas membranas protetoras, ele fica mais vulnerável a choques e danos e as chances de que algum espermatozoide adentre o óvulo de forma adequada diminuem.

Saúde cromossômica

Um embrião saudável é formado por 46 cromossomos, 23 advindos do pai e 23 da mãe. Portanto um óvulo saudável deve possuir 23 cromossomos.

Caso o óvulo possua alguma alteração nessa quantidade, existem grandes chances de que mãe sofra um aborto espontâneo ou a criança nascerá com alguma síndrome cromossômica, como a Síndrome de Turner ou a Síndrome de Down por exemplo.

Quais os fatores influenciam na qualidade dos óvulos

A idade é o principal fator que influencia na qualidade dos óvulos femininos. Além dela, existem doenças e síndromes, características hereditárias e hábitos que podem afetar as células.

Menopausa precoce: essa é uma alteração que interfere na quantidade e qualidade dos óvulos e faz com que a vida fértil da mulher termine mais cedo.

Doenças e síndromes: existem algumas DSTsou algumas síndromes genéticas ou doenças inflamatórias como a endometriose, que se não são diagnosticadas e tratadas corretamente podem afetar os ovários e os óvulos da mulher e comprometer as suas chances de gerar um filho.

Cigarro – o cigarro contém nicotina e outras substâncias que interferem na produção de hormônio femininos que regulam a ovulação e predispõe os óvulos a anomalias genéticas e também pode diminuir a qualidade dos óvulos.

Drogas – o consumo de anabolizantes, maconha, cocaína e outras drogas podem afetar a produção hormonal do cérebro. Nas mulheres a desregulação hormonal causada é capaz de deteriorar os óvulos.

Obesidade – altas taxas de gordura corporal também interferem no equilíbrio hormonal, afetando os óvulos femininos.

Por que a idade é um fator importante para a qualidade do óvulo

Como mencionamos, todos os óvulos da mulher são formados no princípio de sua vida, ficam guardados dentro dos ovários e vão sendo liberados mês a mês quando a mulher atinge sua idade fértil.

Como o corpo feminino não cria novos óvulos a cada ciclo, a quantidade de células presentes nos ovários diminui com o passar do tempo. Além disso, é natural que os óvulos passem por um processo de desgaste e envelhecimento naturais, o que afeta a sua qualidade.

Conclusão

A qualidade dos óvulos é peça chave para uma FIV de sucesso. A boa notícia é que diferente da quantidade de óvulos, que inevitavelmente diminui a cada mês, a qualidade dos mesmos pode ser preservada.

Os famosos exames de rotina são fundamentais para detectar se existe alguma alteração no organismo e tratá-la o quanto antes. Além disso, uma dieta balanceada e livre de determinadas substâncias tóxicas ao organismo garantirá a saúde dos óvulos por mais tempo e aumentará as chances de uma gravidez de sucesso.

Equipe Médica Revisora do Texto

Dr. Ricardo Marinho, Dra. Hérica Mendonça, Dra. Leci Amorim, Dr. Fábio Peixoto, Dra. Luciana Calazans e Dr. Leonardo.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"