Entenda como funciona a fertilização in vitro

 

Hoje em dia, muitas mulheres preferem investir em suas carreiras e aproveitar os primeiros anos de independência do que ter filhos e constituir uma família desde cedo. No entanto, engravidar mais tarde, com idade mais avançada, pode não ser tão fácil. É claro que a idade das mulheres não é a única causa de problemas na fecundação, porém, esse é um dos motivos que alavancou a procura por métodos de reprodução alternativos.

A fertilização in vitro é uma das principais técnicas que permitem que as mulheres tenham liberdade para ter filhos no momento mais oportuno de suas vidas. Quer conhecer um pouco mais sobre ela? Então acompanhe-nos!

O que é a fertilização in vitro?

Conhecida também como bebê de proveta, essa técnica consiste em uma coleta de gametas masculinos e femininos para que a fecundação aconteça dentro de um laboratório, em um ambiente controlado e, apenas depois, seja transferido para o útero da mãe.

O método foi testado pela primeira vez em 1978, na Inglaterra, e a primeira experiência no Brasil foi realizada em 1983.

Quem pode procurar esse tratamento?

A técnica é indicada para qualquer casal que tenha dificuldade na chegada dos espermatozoides até o óvulo feminino, o que pode ser causado por diversos motivos além do avanço da idade materna, como problemas de produção do esperma pelo homem, obstrução tubária e quadros de endometriose na mulher.

A fertilização in vitro também pode ser procurada por mulheres que tenham problemas na produção de óvulos e, por isso, optam por receber um fornecido por uma doadora, para que seja fecundado com um gameta masculino e gerado em seu próprio útero.

Casais homossexuais também podem optar pela técnica. No caso de casais do sexo masculino, é necessário encontrar uma mulher que se voluntarie para receber o embrião fecundado em seu útero, além dos óvulos doados.

Para que a mulher possa receber os gametas fecundados em laboratório, ela deve seguir uma lista de orientações e cuidados sobre a sua própria saúde, como:

  • Ter uma alimentação equilibrada;
  • Não fumar;
  • Diminuir a ingestão de bebidas alcoólicas;
  • Ingerir suplementos de ácido fólico

Como ela é realizada?

A técnica de coleta é bem simples. O homem deve fornecer uma quantidade de seu próprio esperma, colhido no laboratório por ele mesmo, ou então através de uma pequena punção nos testículos quando não há presença de gametas no sêmen.

Já a mulher passa por uma indução de ovulação feita por medicamentos para que seja possível realizar a coleta dos gametas femininos.

Depois disso, é feita uma seleção dos espermatozoides masculinos para serem colocados em uma placa de Petri em conjunto com um óvulo feminino. São selecionados, aproximadamente, 200 mil gametas masculinos para tentar fecundar um único óvulo, em um processo idêntico ao que ocorre dentro do organismo humano.

Depois de fecundado, o embrião é posicionado dentro do útero da mulher em um processo semelhante ao realizado no exame de papanicolau. Após 14 dias, é realizado um exame que verifica o sucesso do método, atestando a gravidez.

Qual o tempo para fecundação e índice de sucesso?

O processo de coleta dos gametas, fecundação, implantação no útero da mulher e exame final para detectar o sucesso da técnica aplicada pode durar em torno de 25 dias.

O índice de sucesso é relacionado com a idade da mulher doadora do óvulo, já que eles podem ter maior dificuldade de fecundação quando a idade é avançada:

  • Para mulheres com menos de 35 anos, as chances de sucesso podem chegar a 60%.
  • Em mulheres de 35 a 38 anos, as chances são de 40%.
  • Para mulheres entre 40 e 42 anos, as chances variam de 20% a 25%.

Existem riscos e contraindicações nesta técnica?

A fertilização in vitro pode aumentar um pouco o risco da mulher desenvolver um quadro gestacional chamado de gravidez ectópica, que é perigosa para a saúde da mãe e do embrião. Para evitar esse quadro, o óvulo fecundado é colocado bem próximo ao fundo do útero, diminuindo a chance de desenvolver esse tipo de problema.

Existe também um risco maior de desenvolver uma gravidez de gêmeos, trigêmeos ou até quadrigêmeos, pois, normalmente, é feita a transferência de mais de um embrião a fim de aumentar as chances sucesso na implantação. A gestação desse tipo também é considerada de risco para a saúde da mãe e dos fetos, já que, geralmente, resulta em parto prematuro.

Qual o médico responsável por realizar a fertilização in vitro?

A fertilização in vitro é um método que deve ser realizado por uma equipe multidisciplinar que conta com ginecologista, embriologista e urologista para poder abordar todas as áreas que envolvem problemas de fecundação em homens e mulheres.

É importante, ainda, que a equipe médica seja de sua confiança para que todo o processo de fertilização in vitro se realize de maneira tranquila e sem maiores complicações.

Você conhece casais que conseguiram engravidar por meio dessa técnica? Tem mais alguma dúvida sobre este assunto? Conte para a gente nos comentários!

Agendar Consulta

    Equipe Médica Revisora do Texto

    Dr. Ricardo Marinho, Dra. Hérica Mendonça, Dra. Leci Amorim, Dr. Fábio Peixoto, Dra. Luciana Calazans e Dr. Leonardo.

    0 Comentários

    1. cristina santanasays:

      Gostaria muito de saber mais informações sobre a fiv .E assim que possível conhecer a clínica. A central de vocês é mais restrita a MG . Acredito na capacidade dos profissionais que estão plenamente capacitados para orientar pais e mães com desejos de constituir uma família. Independente de sua posição social, ou sua escolha por um relacionamento conjugal.Abraço com carinho a idéia e faço votos que eu tenha o meu tão sonhado sim. Apesar de ser laqueada e meu esposo vasectomizado Cristina estudante de Jornalismo.

      • procriarsays:

        Olá Cristina, agradecemos o seu contato. A técnica de fertilização in vitro (FIV) revolucionou o tratamento da infertilidade conjugal, permitindo a realização do sonho de ter filhos a muitos casais, até então sem a possibilidade de tratamento. Ela é a técnica “mãe” de todas as outras que são consideradas variantes.

        Também conhecida como “bebê de proveta”, a técnica foi desenvolvida inicialmente para mulheres com problemas nas trompas, que são responsáveis pelo transporte dos óvulos e espermatozoides e por fornecer um ambiente adequado à fertilização e ao desenvolvimento inicial da gravidez.

        Para mais informações acesse http://www.procriar.com.br/fertilizacao-in-vitro-fiv-e-icsi ou nos ligue no (31) 3292-5299 ou (31) 2533-3800.

        • Andreasays:

          Boa tarde meu nome é Andrea e consegui passar no programa pro fiv, mas quero saber qual o valor que terei que pagar e onde é a clínica em Belo horizonte que terei que fazer minha Fiv.Estou anciosa gostaria também que vcs me mandasse o telefone da Maira.

          • procriarsays:

            Olá Andrea, para esclarecimento de dúvidas com relação a seu tratamento, pedimos que ligue na nossa central de Relacionamento. Os telefones são: (31) 3292-5299 e 2533-3800

    2. Marcelo Machadosays:

      Caso o casal opten na transferência de so embrião, e possivel? Pois queremos realizar mais nao queremos correr o risco de gemeos.

      • procriarsays:

        Olá Marcelo, para esclarecimento de dúvidas com relação a seu tratamento, pedimos que ligue na nossa central de Relacionamento. Os telefones são: (31) 3292-5299 e 2533-3800

    3. Renata Barbosasays:

      Olá já fiz duas inseminações ai com vocês consegui engravidar, mais perdi gêmeos de quase 03 meses e uma menina de quase 06 meses a 01 ano e 06 meses. Não descobri oque aconteceu. A fertilização IN Vitro seria melhor pra mim? Hoje estou com 36 anos completo 37 em abril.
      Obrigada

      • procriarsays:

        Olá Renata! Pedimos que ligue na nossa central de Relacionamento e relate suas dúvidas. Eles terão o maior prazer em esclarecê-las. Os telefones são: (31) 3292-5299 e 2533-3800.

    4. Adrianasays:

      Oi meu nome é Adriana, tenho 2 filhos e fiz ligadura, agora estou com outra pessoa e gostaríamos de ter um filho pois ele ainda não tem ,mas queria saber o preço, tenho 38 anos,

      • procriarsays:

        Olá Adriana, para esclarecimento de dúvidas com relação a preços, pedimos que ligue na nossa central de Relacionamento e relate suas dúvidas. Eles terão o maior prazer em esclarecê-las. Os telefones são: (31) 3292-5299 e 2533-3800.

    5. vanderleia magalhaes ferreirasays:

      vanderleia. ola, fiz tratamento pra engravidar fiz uma pequena cirurgia e oito meses depois engravidei hj meu filho tem sete anos e a tres estou tentando outra vez. sou paciente da procriar meu medico me indicou a fertilizacao mas fiquei com muita duvida por eu ter engravidado parcialmente natural pois sou de outra cidade e a minha ginecologista indicou o coito programado ou inseminacao e ainda com duvida vcs pode me ajudar. pois essa medica tem parceria na clinica.

    6. Delcia Fernanda Felipesays:

      Oi meu é Délcia Fernanda ,gostaria de saber se uma pessoa que fez cirurgia no útero para retirada de 11 miomas mas depois os miomas voltaram e o útero está aumentado tem chance de engravidar através da fertilização já que foi o indicado pelo meu ginecologista e quais são minhas chances eu tenho com 33 anos?

      • procriarsays:

        Olá Delcia, pedimos que ligue na nossa central de relacionamento e tire sua dúvida: (31) 3292-5299 e 2533-3800.

    7. Paulasays:

      Tive uma consulta aí na pro criar em fevereiro desse ano, fui cheia de esperanças, más acabei abrindo mão do meu sonho é tudo muito caro, fora da minha realidade e ja estou com 40 anos so tornou impossível pra me. Más gostou muito da Dr Laura, ás vezes temos que aceitar os sonhos não realizados me sinto muito triste.

    8. Gleisiane Fernandasays:

      Gostaria de saber como faço para doar óvulos?

      • procriarsays:

        Oi Gleisiane, tudo bem? Te indico a leitura de um material bem interessante que preparamos sobre Doação de Óvulos. Ele fala o que é preciso para doar os óvulos e até mesmo como é possível reduzir o custo do tratamento de FIV com a doação.
        Caso fique com alguma dúvida, fique à vontade para voltar a entrar em contato conosco.
        Abraços,
        Marina Moreira, Equipe de Relacionamento Pró-Criar.

    Deixe um comentário

    Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"