Quais são as principais causas da infertilidade masculina?

Você sabia que 15% dos casais que tentam engravidar não conseguem a fecundação no intervalo de um ano? E que, segundo dados da União Europeia de Urologia, 15% deles procuram tratamento para infertilidade e apenas 5% continuam sem filhos? Já a Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que, em um de cada quatro casais que procuram tratamento para infertilidade, tanto o homem quanto a mulher apresentam disfunções. Em torno de 50% dos casais inférteis existe um fator masculino ou isolado ou em associação com um fator feminino.

Durante muito tempo, o problema era relacionado às mulheres e pouco se falava sobre a infertilidade masculina. Hoje, sabe-se do seu real impacto, tanto nas chances de engravidar, quanto na vida do casal. Por isso, no post de hoje, vamos falar sobre  infertilidade masculina e suas causas. Confira!

Quais são as causas da infertilidade masculina?

Existem muitas causas possíveis para essa condição. Pode acontecer, por exemplo, de os testículos não descerem corretamente da cavidade abdominal para a região escrotal, situação que leva o nome de criptorquidia. O homem também pode ter perturbações endócrinas, como a síndrome de Kallman e a síndrome de Prader-Willi. Além disso, outras possíveis causas da infertilidade masculina são inflamações nos testículos, torção testicular, quimioterapia, radioterapia, pós-operatório de cirurgia inguinal, varicocele, problemas sexuais e algumas DSTs.

Como é feito o diagnóstico?

O primeiro passo é fazer uma consulta com um especialista e depois um espermograma, que será a base das decisões relativas à abordagem adequada. O exame analisa o volume, o pH, o número total de espermatozoides, a motilidade, a morfologia e os leucócitos.

A partir dele, o homem pode partir para uma análise hormonal, por exemplo, para identificar problemas como as síndromes de Kallmann e de Klinefelter. Esses exames poderão detectar infecções, problemas nas glândulas sexuais acessórias e doenças sexualmente transmissíveis, dependendo da avaliação clínica.

Muitas causas da infertilidade masculina podem ser detectadas também por meio da pesquisa na história familiar do paciente, por isso outra opção é fazer um estudo genético, que permite um aconselhamento genético adequado ao casal que pretende ter um bebê. Isto é feito em casos de azoospermia ou oligospermia severa ou ainda quando se está investigando causa de aborto repetido.

Outros métodos menos usuais incluem a ecografia Doppler a cores do escroto, ultrassom, e até —ainda que raramente— a biópsia testicular. A escolha do exame depende da história clinica e exame físico do homem.

Quais são os tratamentos para a infertilidade masculina?

Existem várias possibilidades de tratamento, dependendo da causa da infertilidade. Algumas patologias, podem ser tratadas com ajustes hormonais (a testosterona exógena é uma causa de infertilidade). Em outros casos, o tratamento indicado é cirúrgico.

Algumas atitudes do cotidiano também podem interferir na vida dos espermatozoides, como o consumo excessivo de álcool, o uso de anabolizantes e o aumento de temperatura escrotal devido ao uso de saunas, jacuzzi ou trabalhos exercidos próximos a fortes fontes de calor. Se você pratica algumas dessas atividades, tente evitá-las sempre que for possível.

Existem muitas causas possíveis para a infertilidade masculina, mas a boa notícia é que os tratamentos também são muitos. Por isso, informe-se sobre o assunto e procure profissionais que podem te ajudar! Quer saber mais sobre infertilidade e medicina reprodutiva? Assine nossa newsletter e fique por dentro do assunto!

Equipe Médica Revisora do Texto

Dr. Ricardo Marinho, Dra. Hérica Mendonça, Dra. Leci Amorim, Dr. Fábio Peixoto, Dra. Luciana Calazans e Dr. Leonardo.

0 Comentários

  1. daniellesays:

    Meu marido fez tratamentô com quimioterapia e radioterapia tem alguma chance de termos um filho nosso?

    • procriarsays:

      Danielle, nos ligue. Teremos o maior prazer em esclarecer suas dúvidas: (31) 3292-5299 ou (31) 2533-3882.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"