Qual a importância do acompanhamento psicológico na FIV realizado na Pró-Criar

Para a maioria das pessoas, ter filhos e formar uma família são metas em determinado momento de suas vidas.

Engravidar parece ser algo muito natural, bastando apenas suspender o método contraceptivo em uso, porém, algumas pessoas, ao iniciarem as tentativas para engravidar, se deparam com o resultado negativo, que se repete mês após mês, gerando muitas vezes sentimentos de frustração, angústia e ansiedade.

Com isso, o apoio psicológico se torna necessário, como uma forma de auxiliar os pacientes nesse processo.

Estresse emocional durante a FIV

A rotina de um tratamento de infertilidade pode causar grande estresse emocional no casal.

A concepção pode suscitar diversas questões psicológicas relacionadas à experiência da maternidade, sentimento de fracasso, relacionamento do casal, sonhos e esperanças em nossas vidas.

A futura mãe

A FIV exige comprometimento da mulher em relação aos medicamentos e ao cuidado com o próprio corpo durante todo o processo. A rotina do tratamento pode ser estressante e é preciso ter cautela em cada etapa.

Todo esse investimento emocional gera muita expectativa, que deve ser administrada e alocada junto com o acompanhamento psicológico.

O futuro pai

Pode haver resistência masculina sobre os tratamentos de fertilidade, pois alguns homens sentem que sua masculinidade está sendo questionada por não conseguirem engravidar sua parceira naturalmente.

Esse questionamento pode ser um gatilho para outras inseguranças e problemas relacionados tanto com o próprio homem, quanto em seu relacionamento com a esposa. O acompanhamento psicológico auxilia o homem a lidar com suas questões e a compreender a importância de seu papel, apoiando a esposa durante todo o tratamento.

Acompanhamento psicológico na Pró-Criar

A Pró-Criar realiza um serviço de acolhimento e apoio emocional a todo paciente que está realizando um dos tratamentos de concepção assistida.

O objetivo geral deste serviço é atender o paciente em sua totalidade, tendo em conta que o ser humano é um conjunto indissolúvel de mente-corpo, que deve ser tratado de forma global.

Quer saber mais?

Mais informações em no nosso blog. Entre, comente e, caso ainda tenha dúvidas sobre o acompanhamento psicológico, estamos à disposição para esclarecê-las.

Agendar Consulta

    Equipe Médica Revisora do Texto

    Dr. Ricardo Marinho, Dra. Hérica Mendonça, Dra. Leci Amorim, Dr. Fábio Peixoto, Dra. Luciana Calazans e Dr. Leonardo.

    Deixe um comentário

    Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"