O que fazer quando o resultado da fertilização in vitro (FIV) for negativo?

Recorrer a técnicas de reprodução assistida para realizar o sonho da gravidez se tornou processo comum para um número cada vez maior de famílias.

Um dos métodos mais eficazes e procurados pelos casais é a fertilização in vitro (FIV), popularmente conhecido como bebê de proveta, que consiste na fecundação do embrião no laboratório, fora do útero materno.

Estima-se que tratamentos de alta qualidade possam alcançar até 60% de sucesso.

Apesar da surpreendente evolução que a medicina reprodutiva tem alcançado nos últimos anos, a FIV, como qualquer outro tratamento, nem sempre apresenta resultados positivos.

Muitos são os fatores que influenciam nesse processo, passando por questões fisiológicas, genéticas, emocionais, culturais e até mesmo ambientais. Contudo, nem sempre as explicações são tão óbvias ou passíveis de um simples diagnóstico.

Por ser um procedimento que envolve um alto investimento financeiro, emocional e psicológico das pessoas envolvidas, é preciso se planejar de forma consciente e honesta antes de começar um tratamento com fertilização in vitro (FIV).

O longo tempo e os esforços despendidos entre exames, consultas, medicações e procedimentos médicos aumentam a ansiedade e o desejo de resolução.

Por isso, é importante se preparar para os resultados, sejam eles positivos ou não, e os riscos que podem gerar. Mas, como reagir ao resultado negativo da FIV?

Não há fórmula mágica nem resposta simples para situações que envolvem uma grande carga emocional e afetiva como é a expectativa pela chegada de um filho. Ainda mais quando esse sonho é compartilhado com a família, os amigos e as pessoas próximas.

Abaixo, separamos algumas dicas que podem te ajudar a passar por esse momento difícil, tendo sempre em vista o respeito ao seu próprio tempo e às suas necessidades.

Conte com apoio psicológico

A recomendação vale para todo o processo, e não apenas com a chegada do resultado. O apoio psicológico é imprescindível para o casal que deseja começar ou já esteja no tratamento de fertilização in vitro (FIV).

Mudanças significativas na rotina, necessidade de cuidados especiais, emoções à flor da pele e as diversas expectativas envolvidas influenciam no estado psíquico e na capacidade de lidar com os acontecimentos.

Além disso, um resultado negativo pode desencadear reações inesperadas, muitas vezes, de difícil tratamento. O amparo de um psicólogo auxilia não só nas questões do presente, mas, também, na reflexão sobre o passado e na projeção de planos para o futuro. Contar com a ajuda de profissionais qualificados, sem dúvida, faz toda a diferença.

Respeite o tempo do seu corpo

Um dos fatores que influenciam esse processo são as reações que muitas mulheres continuam sentindo no corpo decorrentes do tratamento: dores, enjoos, cansaço, mal estar, dentre outros sintomas.

Os efeitos da grande carga hormonal injetadas no organismo podem perdurar até um mês depois de finalizado o processo. Por mais incômodas que possam ser, ainda mais quando o resultado é negativo, essas consequências físicas são mais do que naturais.

E, como nada acontece de um dia para o outro, é importante saber dar o tempo que o corpo precisa para se recuperar, respeitando as suas limitações.

Não deixe a vida parar: faça aquilo que goste

Assim como o apoio psicológico, é importante não descuidar do que te dá prazer. Colocar o corpo e a mente em movimento, seja por meio de atividades físicas, culturais ou artísticas, pode trazer grandes benefícios.

Sair para encontrar os amigos, conhecer lugares novos, aprender uma atividade, tudo isso interfere diretamente em como o organismo reage aos estímulos externos e às questões internas. Cuidados com a alimentação também são importantes.

Com acompanhamento médico adequado, continue tentando

O sonho da maternidade e da paternidade não precisa e nem deve acabar com um resultado negativo. Apesar de toda a carga emocional, psíquica e física despendida no processo, recomeçar é sempre possível.

Para isso, é importante ser acompanhado por uma equipe médica especializada e comprometida, que irá te ajudar a encontrar os melhores caminhos para novas tentativas. O fim sempre pode ser um novo começo.

Apesar da alta taxa de sucesso, os resultados negativos para quem se submete à fertilização in vitro (FIV) devem sempre estar no horizonte de possibilidade. E os casais precisam tentar, desde o início, estarem preparados para esse tipo de situação.

Como vimos nesse texto, algumas ações simples podem ajudar a passar por esse processo de forma mais calma, respeitando o tempo e as necessidades de cada momento e de cada pessoa envolvida.

Quer saber mais?

Gostou das nossas dicas? Se você tiver algum conselho ou sugestão, envie para nós! A sua opinião é de grande importância para a Pró-Criar, clínica especializada em medicina reprodutiva. Nossa missão é possibilitar a gravidez, de forma acolhedora, e, para isso, contamos com uma equipe preparada para te atender. Para mais informações, agende uma consulta com os nossos médicos.

Equipe Médica Revisora do Texto

Dr. Ricardo Marinho, Dra. Hérica Mendonça, Dra. Leci Amorim, Dr. Fábio Peixoto, Dra. Luciana Calazans e Dr. Leonardo.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"