Como é a preparação do tratamento da FIV

RECEBA NOSSOS PRÓXIMOS
CONTEÚDOS EXCLUSIVOS:

    Compartilhe este post

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin
    Share on whatsapp

    A FIV é uma das técnicas mais utilizadas para ajudar casais a terem filhos.

    Porém, apesar desta técnica existir no Brasil há muitos anos e ter sido muito aprimorada ao longo do tempo, ainda restam algumas dúvidas sobre a preparação para esse tratamento.

    Vamos falar um pouco sobre isso neste artigo:

    Os exames para realizar a FIV

    O tratamento começa com a realização de exames para o diagnóstico de infertilidade. Depois de avaliar o resultado e considerar todas as hipóteses de tratamento, o médico sugere a realização da FIV ao paciente.

    Primeiramente, ela vai à clínica para ser submetida a uma consulta e realização de exames.

    Com os exames realizados, chega a próxima etapa.

    Medicação para o tratamento

    Com os exames realizados e o diagnóstico feito, a paciente é submetida à medicação. Inicialmente, a estimulação ovariana é feita diariamente por meio de injeções subcutâneas. 

    Em média, são dez dias de medicação. Paralelamente, a cada doi ou quatro dias, são realizadas ultrassonografias para medir o número dos folículos.

    Chegando a 18 milímetros, os folículos já estão maduros e está chegando a hora de fazer a retirada dos óvulos. Quando chega esse momento, é injetado na paciente uma medicação que completa a maturação do óvulo. 

    A coleta do óvulo é feita 36 horas após a tomada do medicamento.

    Retirada dos Óvulos

    A retirada dos óvulos é feita por meio de uma punção. A pacientes, que estará sedada, não vai sentir nenhum tipo de dor durante esse momento.

    Após a retirada, os óvulos são levados para a fertilização em laboratório.

    A coleta dos espermatozoides

    Após a realização de exames é feita a coleta de espermatozoides, também em laboratório.

    O sêmen coletado passa por uma avaliação laboratorial para que os melhores espermatozoides sejam escolhidos e deem sequência ao processo.

    Fecundação e Transferência de Embriões

    No caso na FIV por inserção introplasmática de espermatozoide (ICSI), o espermatozoide é colocado diretamente dentro do óvulo pelo biólogo. 

    Feita a fecundação, o biólogo observa diariamente a evolução dos embriões.

    Existe também a técnica em que o espermatozoide e o óvulo são colocados juntos em um mesmo meio. Depois de aguardar por algum tempo a fecundação ocorre.

    Após a fecundação, o laboratório aguarda a evolução dos mesmos para, posteriormente, transferi-los a mulher.

    Teste de gravidez

    Após a etapa de fecundação é importante esperar e aguardar o resultado positivo.

    Também é importante deixar claro a necessidade de consultar um médico para compreender melhor cada etapa do procedimento.

    Quer saber mais?

    Gostou do conteúdo?

    Confira nosso blog e saiba mais sobre tratamentos de fertilidade.

    Baixe agora nosso e-book com o tema Trintou Congelou

    Para ler

    Em seguida

    Português do BrasilEnglishEspañol