Qual o momento certo de procurar uma clínica de Reprodução Humana?

Você conversou com seu parceiro e os dois decidiram que é hora de dar um passo além na relação e começar uma família. Ambos sonham em ser pais e sentem que estão preparados para isso, mas, após muitas tentativas, vocês não conseguem engravidar.

Esse é um cenário recorrente na vida de muitos casais, mais comum do que você imagina. Ficar por muito tempo tentando engravidar sem sucesso pode ser muito frustrante. Questionamentos como “será que eu tenho algum problema de fertilidade?” começam a surgir.

Ao invés de deixar que a frustração e a tristeza tomem todo o espaço, será que não é hora de considerar ir a uma clínica de reprodução humana? Qual é o momento ideal para fazer isso? Existem alguns sinais que podem te mostrar que essa é a melhor escolha

Tempo de tentativa

O primeiro fator a considerar ir a uma clínica de reprodução humana é o tempo em que o casal está tentando engravidar. Esse período varia de acordo com a idade da mulher.

Se a mulher tem menos de 35 anos, está a um ano sem usar nenhum tipo de contraceptivo e mantendo relações sexuais com frequência, mas não consegue engravidar, é indicado que o casal procure uma clínica de reprodução humana.

No caso de mulheres com mais de 35 anos, o indicado é procurar o médico após seis meses de tentativa.

Idade da mulher

A idade da mulher é outro fator que precisa ser levado em consideração. A partir dos 35 anos, a quantidade de óvulos e a qualidade deles começa a diminuir, consequentemente diminuindo as chances de engravidar.

A atenção deve ser redobrada no caso de uma gravidez aos 40 anos, toda gravidez a partir dessa idade é considerada de risco. Além do que já mencionamos sobre a fertilidade, os perigos de aborto, alterações genéticas e pré-eclâmpsia, infelizmente, são maiores.

Em uma clínica de reprodução humana, você poderá contar com um acompanhamento especializado, fazendo com que a gestação após aos 40 seja muito mais tranquila.

Infecções

Se tanto o homem ou a mulher já tiveram algum tipo de infecção no aparelho reprodutor é um indicio para procurar uma clínica de reprodução humana. Somente através de exames vocês poderá garantir que a infecção não afetou a sua fertilidade.

Mesmo que você tenha tratado uma infecção e não teve mais nenhum problema relacionado a ela, há o risco de alguma sequela. Doenças como a clamídia e prostatites, por exemplo, podem afetar a capacidade de reprodução.

A clamídia pode acarretar na obstrução das tubas uterinas. Já as prostatites podem estar relacionadas a diminuição no número de espermatozóides ou até mesmo ausência deles (chamada de  azoospermia,  no sêmen.

Endometriose

A endometriose é caracterizada pelo crescimento, de tecido da parte de dentro do útero(endométrio), fora dele.Sendo os ovários, tubas uterinas, intestino e bexiga os principais órgãos acometidos por ela.

Essa doença afeta a fertilidade pois  interfere no processo de liberação do óvulo nos ovários e no transporte dos mesmos em direção às trompas. As quais grudam nos outros órgãos, devido a inflamação do tecido causada pela doença. A endometriose também pode influenciar no desenvolvimento do embrião.

Menstruação irregular

O ciclo menstrual normalmente dura cerca de 28 dias, sendo que ele começa a ser contado a partir do primeiro dia da menstruação.

A duração do ciclo não é exata e pode  variar para menos ou mais dias, mas é importante que seja regular. Primeiramente, sem essa regularidade é muito mais difícil determinar o período fértil da mulher ou até descobrir a gravidez.

Além disso, a menstruação irregular pode ser um indicativo de desequilíbrio hormonal, miomas no útero ou tumores no ovário. Muito além da fertilidade é importante ficar atenta a esse sinal para prevenir a saúde da mulher.

Diabetes

Muitas pessoas não sabem disso, mas a diabetes pode causar problemas de fertilidade tanto no homem quanto na mulher, quando não controlada.

Nos homens, acredita-se que a doença pode prejudicar a qualidade e a quantidade de produção de espermatozoides. Nas mulheres, a diabetes causa irregularidades na menstruação, aumenta as chances de aborto e também pode causar uma menopausa prematura.

Esses problemas são apresentados somente quando a pessoa não faz o controle da diabetes, como falamos acima. Por isso manter uma alimentação saudável, fazer o exame de glicose diariamente, ter uma rotina de exercícios físicos e imprescindível.

Como vocês puderam ver, são diversas as causas de infertilidade e que podem estar atrapalhando o seu sonho de ter um filho. Por isso, procurar assistência especializada é tão importante.

Se você se identificou em uma dessas categorias, marque uma consulta em uma clínica de reprodução humana, o tempo para começar um tratamento pode ser decisivo na hora de engravidar.

Quer saber mais?

Aprenda como se preparar para uma consulta em uma clínica de reprodução humana neste post.