Câncer e infertilidade: entenda qual é a relação

Submeter-se a um tratamento oncológico é um momento delicado e que requer cuidados especiais, principalmente para quem deseja ter filhos biológicos no futuro. Um dos efeitos colaterais do combate ao câncer através da quimioterapia e da radioterapia que pode surgir para alguns pacientes é a diminuição no potencial reprodutivo que atinge tanto homens, quanto mulheres,

Varicocele e a sua relação com a infertilidade masculina

A infertilidade masculina ainda pode ser um tabu para muitos casais, que acabam não recorrendo aos tratamentos disponíveis por falta de informações sobre o assunto. Uma das principais causas para a infertilidade entre os homens é a varicocele, condição que pode ser bem prevalente nos casos de infertilidade masculina. No entanto, a boa notícia é

Ainda não engravidei. E agora?

A ideia de ter um bebê é o sonho de muitas mulheres e objetivo de muitos casais. Porém, se depois de várias tentativas os testes não deram positivo e cada ciclo menstrual torna-se frustrante, é preciso saber por onde começar para gerar uma nova vida — um processo um pouco mais complexo do que apenas

Os 5 Principais Tratamentos para Engravidar

Os tratamentos para engravidar são a melhor opção para os casais que enfrentam problemas de infertilidade, ou que têm grande dificuldade para gerar um filho. Dependendo do problema de infertilidade ou das dificuldades que enfrentam, é indicado que se faça um tratamento médico. Então, conheça um pouco mais sobre os 5 principais tratamentos para engravidar

Infertilidade transitória: o que é e como resolver?

Muitas vezes, a infertilidade é um estado temporário que pode se resolve completamente após a mudança de alguns hábitos de vida. Quer descobrir o que é a infertilidade transitória, suas causas e como resolvê-la? Confira tudo aqui no nosso post! O que é a infertilidade transitória? A infertilidade transitória é definida como um período no qual o

Entenda o que é histerossalpingografia e sua importância

Se você sente que está difícil de engravidar, o seu médico precisará solicitar alguns exames e, a partir do resultado deles, dar o diagnóstico. Afinal, as causas da infertilidade podem ser muitas, tanto femininas quanto masculinas. Por sorte, a causa da infertilidade pode ser na maioria das vezes identificada com base nos resultados de alguns exames principais, dentre eles, a histerossalpingografia, capaz de avaliar as condições do útero

Quais são as principais causas da infertilidade masculina?

Você sabia que 15% dos casais que tentam engravidar não conseguem a fecundação no intervalo de um ano? E que, segundo dados da União Europeia de Urologia, 15% deles procuram tratamento para infertilidade e apenas 5% continuam sem filhos? Já a Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que, em um de cada quatro casais que procuram tratamento

Azoospermia e sua relação com a infertilidade masculina

De fato, a infertilidade não é motivo de ansiedade apenas para as mulheres. Segundo o Ministério da Saúde, no Brasil, cerca de 40% dos casos de infertilidade devem-se a disfunções do sistema reprodutor masculino. Neste post, você vai entender o que é azoospermia, por que ela acontece e quais são as possibilidades de tratamento. Leia

Histeroscopia Diagnóstica: entenda o que é e qual sua importância

Você já ouviu falar da histeroscopia diagnóstica? Esse exame de imagem ajuda na identificação e na correção de diversas condições uterinas que podem atrapalhar a mulher na hora de engravidar, representando um grande avanço na tecnologia médica. Quer entender mais sobre o que é a histeroscopia diagnóstica e por que esse exame é tão importante?

Endometriose: a doença silenciosa que pode ser a causa da infertilidade

Doença silenciosa e que pode causar infertilidade, a endometriose acomete entre 10% e 15% das brasileiras em idade fértil. Em pacientes inférteis, estima-se que, aproximadamente, 50% tenha endometriose. Esse elevado número fez com que a quantidade de pesquisas sobre o assunto crescesse muito na última década, melhorando os tratamentos disponíveis. Para entendermos melhor sobre essa doença,